Conheça o Projeto

Venha passear por museus e pela história brasileira por meio de romances ambientados no século XIX. O Projeto Histórias Poéticas dos Museus é narrado por uma historiadora que trabalha em museus e apresenta aos leitores, de forma apaixonada, personagens e temas do nosso país.

O projeto já rendeu 2 romances: A Mulher e a Casa e Úmida Trama.

3O erotismo elegante e matemático do poema “A mulher e a casa”, de João Cabral de Mello Neto, combina-se perfeitamente com a financista Eufrásia Teixeira Leite. Rica e inteligente, esta senhora de escravos desperta uma paixão inconciliável no abolicionista Joaquim Nabuco. O famoso casal vive uma história de amor entre o Brasil e a Europa, com muitas correspondências, viagens e encontros. Amor que só se concretiza quando os dois equalizam as divergências ideológicas e tornam-se um só sentimento, ainda que por pouco tempo.
Ao narrar esse amor impossível entre uma escravocrata e um abolicionista no século XIX, A mulher e a casa apresenta a história e o acervo do Museu Casa da Hera. É gancho que fisga o leitor a assuntos como escravidão, abolicionismo, política imperial, cafeicultura, moda e questões de gênero. Destacam-se as cartas que Eufrásia escreveu a Nabuco – hoje guardadas pela Fundação Joaquim Nabuco em Recife – e, como ela pediu para ser enterrada com as cartas que ele a enviou, a recriação ficcional, com base em pesquisa nos diários, jornais e discursos políticos, das cartas de Nabuco.

umidaÚmida Trama traz a história de criação dos quadros “A origem do mundo” (Museu d’Orsay), do realista francês Gustave Courbet, e “Leitura” (Pinacoteca de São Paulo), do brasileiro José Ferraz de Almeida Junior. Em épocas de criminalização da arte, quando o corpo nu em museus choca a ponto de grupos pedirem o encerramento de exposições, o livro permite que o leitor conheça os passos dos realistas franceses e brasileiros, que já trabalhavam o nu de forma não idealizada.

Dentro do Museu d’Orsay, uma vagina é rasgada com uma faca: a tela “Origem do Mundo”. Um ataque à arte e às mulheres, mote que permite não apenas falar sobre gênero e feminismo, como também narrar as relações entre a história da arte brasileira e a francesa no século XIX.

 

Vocês já conhecem o nosso canal no youtube?

https://www.youtube.com/channel/UC7krEzfpMKus7auJcA5wA9w/featured

Não percam os vídeos da youtuber sobre história e museus! =)

 

A identidade visual desse site tem fotos de

Aline Caronhttps://www.facebook.com/alinecaronphotography/

 

 

Anúncios